domingo, 6 de dezembro de 2009

O horror do amor




Lágrimas de sangue escorrem dos meus olhos,assim inicia-se meu doloroso solilóquio.

E é tão difícil saber
Se foi pelo que eu disse
ou deixei de dizer...

Não sei dizer,
se o problema sou eu ou é você...

Talvez eu não saiba amar,
talvez fosse melhor sempre desmorecer a me apaixonar...

Há coisas que não sei separar,
amor,a dor
amar,chorar...

Acabo sempre tendo que rogar ao pensar,
pensar e desandar,
pensar é não amar...

Amor é a paz?Não,o amor é sagaz,mata tudo que não o satisfaz,come o cérebro e o coração desfaz,
desfaz e refaz,para novamente amar e eternamente chorar,só isso o satisfaz...

Um comentário:

André disse...

é uma ambiguidade de sentimentos - muito legal mesmo...mas este sentimento vai até o fim da vida - sempre estamos buscando o amor maior