sábado, 17 de outubro de 2009

O nascer do poer



Depois que de mim te ausentastes,
a solidão apossou-se de toda a parte,
e assim,começou o meu embate.

Tristeza e sofreguidão,brotavam em minha face,
estava iniciado o ocaso,
sabia que seria mais uma noite de chuva,de pesadelos e de descaso.

Perdido em tempo e espaço,
eu tentava fugir até do meu passo.

Não era mais dor ou medo,
o que eu sentia era dissabor e desespero.

Mas engana-se,quem pensa que a tristeza incomodova,graças a ela,
melhor eu enxergava.

Que homem poderia fazer uma maravilhosa arte,sem que a dor o assolasse?
Era preciso que um fantasma o assombrasse.

Melhor do que rir,é chorar
milhares de gotas d'água debulhar.

Bom mesmo,é sorrir por muito chorar,
isso é como saber tirar ouro de chumbo,é filosofar.

É entender que o único lugar para voltar,
é de onde viemos e deste,jamais poderemos nos separar.

Sempre estamos a ir e voltar,
mas tudo o que fazemos é movimento circular,
para realmente a verdade descobrir,
é preciso muito pesar.

Só com aflição,existe o sentir,
isso é tudo o que pode existir,
é o Universo que podemos intuir.

Queria mais tristeza sentir,
para com isso,mais rápido evoluir.

A dor que sinto agora,poderia ser maior outrora,
para que mais rápido chegasse,
meu tempo de aurora.

Se não há dor e labor,não há vitória,
há apenas,mera oratória.

Falam-me sobre alegria e sutileza,
essas coisas,só destroem a beleza.
Felicidade e leveza,
só as quero como sobremesas!

Perguntam-me o porquê de tanta tristeza,
como não a ter?
Como ser feliz em um mundo de incertezas?

2 comentários:

Dαrα keith disse...

De todas as que li ate hoje, essa é sem sombra de duvidas a que mais expressa voce..
Seu eu,
eu gostei Victor, Parabens por saber por em palavras, dores tao suas.

André disse...

sem duvida um belo trabalho com uma forte carga de emoçao - fico pensando daqui a 20 anos quando voce dominara a poesia integralmente - Investe nisso - tu é bom guri, agora somente esperar e deixar o tempo te lapidar - ...uma pena que moramos num pais composto por analfabetos...isso vai dificultar teu trabalho, nao pela falta de qualidade mas sim de um publico capaz de comprende-lo em sua profundidade - parabens de novo e acredito que seus pais devam ter orgulho de voce. abraços